Recomendamos

Recomendamos

Recomendamos



Recomendamos

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Aliança Contra Pirataria montou laboratório para estudar receptores piratas



A Aliança Contra a Pirataria da TV por Assinatura, que completou um ano de existência e já agrega 20 das maiores empresas do mercado de tv por assinatura na América Latina, resolveu pedir a benção à NATPE, National Association of Television Program Executives, e fazer um relatório com as suas conquistas no ano de 2013.
Destacou a Aliança Contra a Pirataria ter realizado 24 operações contra vendedores e importadores de receptores piratas em sete países da América Latina, entre estas apreensões houve uma condenação penal na Colômbia.
Na Colômbia, Uruguai e Equador a Aliança Contra a Pirataria da TV por Assinatura conseguiu aprovar leis de combate à pirataria da tv por assinatura.
Entre Brasil, Colômbia e Uruguai a Aliança conseguiu apreender e destruir 30 mil receptores piratas.
Ela também vem promovendo cursos de treinamento para as autoridades envolvidas no combate à TV pirata, tudo para conseguir agilizar as ações de combate da justiça e governos em oito países da América Latina.
Mas o fato que mais nos chamou atenção foi a Aliança ter revelado para a NATPE que criou um laboratório para estudar o hardware e software dos receptores piratas que lhes causam um grande prejuízo na região.
Isto quer dizer que a Aliança tem buscado vulnerabilidades nos receptores piratas e que tem planos de atacar estes receptores com atualizações falsas ou até mesmo tentativas de atualizações via satélite que tornem estes receptores inoperantes, o que, diga-se de passagem, não é nada fácil de se fazer.
Outra ação advinda destes laboratórios também deve ser a melhoria dos receptores oficias das operadoras com sistemas de proteção que não possam ser emulados pelos receptores piratas.
Agora você já sabe, se as marcas de receptores piratas conhecem muito bem o equipamento das operadoras de tv por assinatura, agora as operadoras de tv por assinatura também conhecem muito bem os receptores piratas e devem atacar diretamente estes receptores em seus pontos fracos.
Que surpresas trará mais estes 2014 para o mercado de tv via satélite?

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores