Recomendamos

Recomendamos

Recomendamos



Recomendamos

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Por que existem diferentes tamanhos de antenas teladas para Banda C




Questão muito interessante enviada pelo nosso leitor Cleber de Aracaju.
No mercado é possível encontrar antenas parabólicas Banda C, particularmente as antenas teladas, de diversos tamanhos, desde bem pequenas com 1,10 metros de diâmetro, as antenas baby, até antenas imensas com 5 metros de diâmetro, que hoje são quase impossíveis de serem encontradas novas para se comprar.
Atualmente as antenas Banda C teladas mais comuns de se encontrar no mercado tem tamanho entre 1,6 a 2 metros de diâmetro.
Acima de 2 metros também se encontram à venda, mas tem se tornado mais raro e em muitas localidades só se consegue por encomenda.
Infelizmente o que temos notado é que os tamanhos das antenas teladas tem diminuído, a desculpa para isto é que a potência de transmissão dos satélites e a eficiência dos LNBs Banda C melhorou com o sinal digital.
Então vamos às razões para que existam no mercado tantas antenas teladas de tamanho tão diferente umas das outras.
Elas existem por que existem satélites com diferentes potências de transmissão e a captação do sinal do satélite nas diferentes regiões do país também e diferente de um lugar para outro.
Em alguns locais se capta melhor o sinal do satélite X e em outros locais o sinal do satélite Y, desta maneira é necessário uma antena maior para o satélite X em um local e menor para o satélite Y em outro, dependendo da potência do sinal que se capta naquela região.
Deste modo a maneira mais acertada de se comprar uma antena telada é saber em qual localidade ela será instalada e qual será o satélite que se irá captar com esta antena.
No entanto o que ocorre no mercado é que as pessoas acabam comprando a sua antena telada Banda C pelo preço e não pela real capacidade de captação do sinal para o satélite que elas vão captar.
Com isto ou não conseguem captar todos os canais que estão no satélite ou conseguem captar todos os canais do satélite mas com uma qualidade de sinal tão fraca que qualquer nuvem no céu já deixa o receptor de satélite sem sinal.
Fora a dificuldade que é fazer o ajuste fino do apontamento em uma antena de tamanho mínimo e fora da especificação para o satélite que se está tentando captar.
Um bom LNB também faz muita diferença no conjunto da antena parabólica.
Muitos consumidores são enganados ao comprarem um tamanho de antena parabólica pequeno sabendo apenas que aquela antena conseguiu captar o canal do satélite que elas desejam.
O que ocorre é que em um mesmo satélite diversos canais são transmitidos com uma potência de sinal diferente uns dos outros, não é por que a antena parabólica pegou o sinal de um canal do satélite que todos os canais deste satélite serão captados, os canais de sinal mais fraco poderão ficar de fora.
Também não é por que um canal foi captado pela antena parabólica que o sinal deste canal estará sempre perfeito. Diferentes condições climáticas poderão afetar o sinal do canal captado.
O melhor é sempre procurar saber qual é o tamanho da antena que melhor atende à sua região para o satélite que você quer captar, no site da operadora do satélite que você quer captar existe um mapa de cobertura deste satélite que informa o tamanho mínimo da antena para a sua região.
Fique atento e o melhor mesmo é sempre comprar a maior antena que o seu orçamento conseguir pagar, desta maneira você irá garantir uma melhor qualidade e confiabilidade de sinal para os canais que você deseja captar.

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores