Recomendamos

Recomendamos

Recomendamos



Recomendamos

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Barcelona joga hoje contra o Milan as 17h45 min



 - Atualizado em 

Contra o Milan, Neymar guia Barça para l



longe da 'Messidependência'

Se vencer nesta quarta-feira, equipe catalã garante classificação antecipada para as oitavas da Liga dos Campeões e pode levar Allegri a sair do comando do time italiano

Por Barcelona, Espanha
36 comentários
Barcelona enfrenta o Milan nesta quarta-feira com uma surpreendente incógnita e uma certeza cada vez mais cristalina. A partir de 17h45m (de Brasília), pela quarta rodada do Grupo H da Liga dos Campeões da Europa, entra no gramado do Camp Nou incerto sobre o rendimento de Messi e confiante no potencial de Neymar.
Líder isolado com sete pontos, dois à frente do Milan, a quatro do Celtic e com seis a mais do que o lanterna Ajax, o Barcelona garante a classificação se vencer. Escoceses e holandeses se enfrentam no outro confronto do Grupo H. O GloboEsporte.com transmite o jogo do Camp Nou ao vivo, a partir de 17h.
A quarta rodada da Champions tem outros seis jogos. Pelo Grupo G, o Atlético de Madrid também pode garantir a classificação, se vencer o lanterna Áustria Viena, e o Porto não derrotar o Zenit, fora de casa - o GloboEsporte.com acompanha o confronto dos lusos com russos em Tempo Real, às 15h (de Brasília). Nas duas demais chaves, a situação está embolada, mas os líderes Chelsea, contra o Shalke 04, e o Arsenal, diante do Borussia, têm a chance de darem um grande passo rumo à vaga - o site também faz a cobertura das duas partidas, às 17h45m (de Brasília).
Neymar treino Barcelona (Foto: AP)Neymar no treino do Barcelona, no Camp Nou, na véspera do jogo: brasileiro guia o Barça na Champions (Foto: AP)



CAMISA 11 ENCAIXADO

Messi não faz gol há três rodadas, e a situação preocupa na Catalunha. Mas, ao contrário da temporada passada, o tema da "Messidependência" não voltou à pauta. A expressão sequer foi pronunciada pelos jornalistas nos últimos jogos em que o rendimento do camisa 10 esteve abaixo do esperado.
A chegada de Neymar fez com que os catalães esquecessem pouco a pouco a expressão que usaram, no ano passado, nas entrevistas coletivas com Tito Vilanova, Jordi Roura, Iniesta, Xavi e David Villa. Após as oitavas de final da Liga dos Campeões, em que o argentino fez dois gols na vitória por 4 a 0 sobre o Milan, resultado que garantiu a classificação no Camp Nou depois da derrota por 2 a 0 no jogo de ida, no San Siro, o tema era latente.
Mas os números mostram que o presente do Barcelona mudou. Na atual temporada, o time ganhou mesmo sem Messi ou quando ele esteve em campo longe do seu melhor nível. Nessas vitórias, foi Neymar a guiar o time no ataque. O brasileiro foi contratado para fazer o que está cumprindo até agora.
Pelo que tenho visto, o Neymar é o que tem jogado melhor no Barcelona. A sua compra foi muito positiva para o Barcelona, que tem mais opções na forma de atacar"
Allegri, treinador do Milan
- Neymar se encaixou no esquema de jogo e é uma alternativa a mais para nós. O grupo está muito feliz por isso - disse Daniel Alves durante a entrevista coletiva na véspera do jogo.
Massimiliano Allegri, treinador do Milan, também elogiou a adaptação de Neymar. Definiu o brasileiro como "muito inteligente", mas discordou de Daniel Alves e atribuiu o mérito só ao camisa 11 e não ao clube. Para o italiano, o craque é o jogador em melhor forma do Barcelona.
- Pelo que tenho visto, o Neymar é o que tem jogado melhor no Barcelona. A sua compra foi muito positiva para o Barcelona, que tem mais opções na forma de atacar. Mas fiquei impressionado pela forma inteligente como ele se adaptou a um time, onde é muito difícil para quem chega de fora. As últimas contratações do Barcelona demonstram isso mesmo - comentou o técnico, fazendo referência a jogadores como Ibrahimovic, David Villa, ou mesmo Alexis Sanchez e Fàbregas, que foram contratados há dois anos, mas só na atual temporada assumiram a condição de titulares.
Neymar e Messi treino Barcelona (Foto: AP)Neymar e Messi lado a lado no treino do Barça:
brasileiro começa a dar conta do recado quando
argentino não joga ou vai mal (Foto: AP)
Sem Messi em campo, Neymar conduziu os catalães a duas vitórias importantes, contra o Celtic, em Glasgow, e diante do Valladolid. O argentino voltou de uma lesão muscular frente ao Milan, no San Siro, há duas semanas. Marcou o gol do empate por 1 a 1, mas esteve um pouco apagado nas partidas seguintes, contra Real Madrid, Celta e Espanyol. Por sua vez, o brasileiro foi poupado diante do Celta, mas foi decisivo no clássico e no confronto catalão ao participar dos três gols feitos nas duas partidas. Contra o rival local, foi o autor do passe para Sanchez marcar, repetindo a assistência que tinha dado contra os merengues depois de abrir o placar.
A lesão muscular na coxa direita que afeta Messi foi sofrida no fim da temporada passada num jogo contra o Paris Saint-Germain e fez despertar o sinal de alarme do clube. Mesmo machucado, o argentino entrou em campo no jogo da volta da Liga dos Campeões e, com um passe magistral, deu o gol a Pedro, que qualificou o Barcelona para as semifinais.
Imediatamente, a expressão “Messidependência” ganhou as capas de jornais e se transformou no tema preferido das entrevistas coletivas. Na partida seguinte, contra o Bayern de Munique, o argentino não impôs o ritmo a que habituou todos e, sem soluções no ataque, o time foi goleado por 4 a 0. No jogo da volta, o camisa 10 nem entrou em campo, e o Barcelona perdeu por 3 a 0, no Camp Nou. A situação levou os dirigentes do Barcelona a acelerarem as negociações por Neymar, único jogador contratado pelo clube durante a janela de transferências.
BALOTELLI ESCALADO, ROBINHO NA DÚVIDA

O brasileiro vai tentar levar a melhor diante dos amigos Kaká e Robinho, repetindo o que tem feito no Campeonato Espanhol. Do outro lado, de orgulho ferido, o Milan pode perder o treinador Massimiliano Allegri em caso de derrota - o auxiliar Marco Tassotti o substituiria no comando.
Desfalque no jogo no San Siro por causa de uma lesão, Balotelli será titular. Kaká também tem lugar garantido. A única dúvida é a escalação de Robinho no ataque.

Certo é que Neymar voltará a encarar o ídolo da época do Santos por uma noite antes do reencontro na Seleção. Na primeira vez, no San Siro, Robinho levou a melhor e marcou (assista ao resumo do jogo no vídeo acima). Nesta quarta, é o fã travestido de craque do Barcelona que vai tentar deixar sua marca no confronto. O primeiro gol na Liga dos Campeões seria mais um passo para o brasileiro mostrar que pode guiar o time catalão para longe da "Messidependência".

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores